A INFINIDAT, fabricante independente líder em soluções de armazenamento empresarial multi-petabyte, anuncia hoje quatro novos produtos desenhados para empresas que pretendem acelerar o seu processo transformação digital e reduzir os custos da sua infraestrutura de TI.

Em concreto, os produtos apresentados são:

  • InfiniSync. Um sistema que elimina a necessidade dos ambientes de triplo data center para continuidade de negócio em ambientes empresariais de missão crítica. Um bunker de dados “à prova de bala” que é, ainda, a primeira solução do mundo a fazer mirroring síncrono com RPO zero em distâncias praticamente infinitas e sem impacto de latência.

“Um ambiente típico pode exigir, por exemplo, mirroring síncrono a partir de um data center de Manhattan até um bunker de dados de Nova Jersey, e depois morroring assíncrono desde esse bunker até um local de Disaster Recovery no Texas”, exemplifica Jacob Broido, diretor de Produto da INFINIDAT. “Com o InfiniSync, o centro de Nova Jersey já não seria necessário, e estaria igualmente garantido que todas as transações chegariam ao Texas em qualquer cenário, incluindo uma falha de energia ou de rede, ou um desastre natural”.

A InfiniSync vai estar disponível globalmente a partir do dia 2 de abril.

  • Neutrix Cloud. Uma solução de armazenamento cloud pública soberana que oferece sistemas de arquivos e volumes de bloques na cloud acessíveis a super alta velocidade, inclusive em tempo real, a partir de clouds como as da Google, Azure ou AWS. Um serviço OpEx puro que pode ser utilizado em modo autónomo ou num sistema InfiniBox no local dentro de ambientes híbridos, com RPO de apenas 4 segundos.

“Graças à Neutrix Cloud, adotámos um modelo autónomo que aumenta a nossa capacidade de proporcionar soluções fiáveis, flexíveis e rentáveis para gerir workloads na cloud pública”, explica Tim Donovan, CEO da Daymark Solutions.

  • InfiniGuard. Um dispositivo de backup sensível a aplicações que armazena até 20 petabytes de dados e proporciona restauros ultra rápidos. O InfiniGuard é impulsionado pela mesma arquitetura de cache neural que a gama InfiniBox integra, e é compatível com um amplo ecossistema de software, incluindo marcas líderes como Commvault, IBM, Microsoft, SAP, Oracle, Veeam, Veritas ou VMware.

“Além dos custos escandalosos, a queixa número um sobre as soluções de proteção de dados de hoje é o seu deficiente desempenho no restauro”, sublinha Shlomi Halevy, diretor de Produto Sénior da INFINIDAT. “O InfiniGuard, por sua parte, oferece multiplica por 10 o rendimento de restauro do atual líder do mercado, juntamente com uma fiabilidade superior e um nível de preços sem concorrência”.

Esta solução já está disponível no mercado.

  • InfiniBox F6212: Um novo modelo da família InfiniBox que oferece uma capacidade de 8,3 petabytes. O sistema executa o mesmo software comprovado e proporciona as mesmas caraterísticas, rendimento e fiabilidade que os restantes modelos da gama, e chega ao mercado em resposta à procura de soluções de análise, deep learning e aplicações de IoT industrial, que requerem armazenamento multi-petabyte acessível, com alta fiabilidade e com tempos de resposta inferiores a milissegundos.

Vai estar disponível globalmente a partir do dia 2 de abril.

Um portfólio de produto consistente

Todos os produtos anunciados hoje baseiam-se numa plataforma de software comum que inclui elementos como:

  • Cache neural, um algoritmo de machine learning exclusivo da INFINIDAT que maximiza o rendimento localizando ligações ocultas nos padrões de acesso aos dados.
  • InfiniRAID, que em conjunto com a arquitetura RAS (Reliability, Availability, Serviceability) da INFINIDAT, proporciona uma disponibilidade de 99,99999%, garantindo ao mesmo tempo a integridade dos dados.
  • InfiniSnap, um inovador mecanismo de snapshots baseado em marcas de tempo que proporciona uma gestão infinita de backups e replicação de alto rendimento sem impacto na operacionalidade dos sistemas.
Partilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *